Reproduzo aqui matéria do Deus lo Vult! que convida todos os católicos desta Terra de Santa Cruz a realizar uma Campanha de Oração – pela salvação do Brasil. A ideia partiu do Taiguara, o Jorge aderiu, o Alessandro [do Veritatis] também manifestou apoio, e já se está discutindo como a Campanha pode ultrapassar as fronteiras da internet [o que, a meu ver, é absolutamente necessário]. A proposta é muito simples: nos 20 dias que antecedem às eleições, cada católico rezaria um terço acrescentando, no início, a jaculatória: Nossa Senhora Aparecida, livrai o Brasil do flagelo do comunismo!. Desta forma, honraríamos a Virgem Mãe com 1.000 ave-marias ao mesmo tempo em que suplicaríamos a Deus ficar livres da maldição do comunismo. Este blog adere a esta Campanha. Adira você também!

———–

Campanha de Oração – pela salvação do Brasil!

O Brasil vive uma situação política terrível. Enquanto governantes ímpios zombam de Deus e das raízes católicas do povo brasileiro, o país caminha a passos largos em direção à Foice e ao Martelo que, derrotados no Leste Europeu, querem fincar raízes aqui no Novo Mundo. Os brasileiros, inermes e apáticos, não se apercebem do abismo que se lhes abre aos pés. Não se descortina, no horizonte, nenhuma esperança meramente humana que possa libertar o país da sombra que, sobre ele, paira ameaçadora.

Já não há o que fazer, mas o nosso auxílio está no Nome do Senhor – que fez os Céus e a Terra. As hostes do Inferno levantam-se contra o Brasil e o pretendem tomar de assalto, diante da apatia do seu povo; mas esta aqui é a Terra de Santa Cruz. Esta é a terra que tem por Padroeira uma Senhora poderosa e terrível, uma Virgem que, sozinha, venceu todas as heresias do mundo inteiro. Esta aqui é Terra de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Este é o país que, em sua história, já pôde contar com as inestimáveis graças desta Boa Rainha. Foi Ela que, no século XVII, livrou-nos da dominação holandesa. Foi também Ela que, no século passado, livrou-nos do comunismo. É a Ela que recorremos mais uma vez, e que mais uma vez há de nos valer. Porque jamais se ouviu dizer que algum dos que tivessem a Ela recorrido, fosse desamparado.

É a Ela que recorremos, gemendo e chorando sob o peso de nossos pecados, sem termos absolutamente mais a quem recorrer. É a Virgem Aparecida que vai salvar o Brasil. É aos pés d’Ela que depositamos a nossa confiança; e a Ela que recorremos neste momento terrível que a nossa Pátria atravessa.

Rezemos pela Pátria! Unamo-nos à Campanha de Oração pela Salvação do Brasil. Reproduzo-a, como foi originalmente publicada no En Garde. Divulguemo-la. E rezemos. Que Nossa Senhora Aparecida Se compadeça de nós, e nos salve!

* * *

A nossa Terra de Santa Cruz enfrenta um de seus piores momentos. O comunismo galopa como o cavaleiro vermelho do Apocalipse, trazendo consigo os flagelos do aborto, da destruição da família, da perseguição religiosa, do ateísmo programático, do narcotráfico.

Em Pernambuco, a Virgem apareceu em 1936 advertindo que o Brasil passaria por uma sangrenta Revolução que instauraria o comunismo no país e traria sofrimento e dor ao povo brasileiro. Com o sangue dos cristãos nas mãos, a Virgem pediu que rezássemos o Santo Terço, em devoção ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, contra a comunistização do país e em favor da exaltação da Santa Cruz. Pediu penitência e oração.

Esse é o momento de atendermos ao pedido da Virgem!

1000 Ave-Maria’s pelo Brasil!

Rezemos o Santo Terço diariamente, até o dia das Eleições, adicionando a início a seguinte petição: “Nossa Senhora Aparecida, livrai o Brasil do flagelo do comunismo!”

Se cada católico brasileiro comprometer-se um Terço pelos 20 dias anteriores à Eleição, teremos rezado 1000 Ave-Maria’s, cada um, pelo nosso país!

Comprometamo-nos a rezarmos diariamente o Santo Terço até o fim do pleito, atendendo ao pedido da Virgem, nesta hora difícil que se avizinha.

Caso contrário, com o advento do comunismo, do aborto e da destruição do matrimônio e da família, advirá sobre nós também a Ira de Deus; lembremo-nos que a Virgem disse em La Salette que “a mão do Seu Filho já pesava demais, e já não conseguia segurá-La”. Rezemos, pois!

Replique em seu Blog e listas este apelo, no Brasil e no exterior! Faça chegar o apelo da Virgem a todo o Brasil, pelas diversas mídias católicas: TV’s, rádios, Blogs, jornais, revistas… tudo!

A Virgem pediu, a Mãe pediu: nós atendemos! Rezemos!

Recorramos à Virgem Santíssima, Porta dos Céus e Refúgio dos Pecadores! Consagremos a nós mesmos e ao Brasil ao Coração Imaculado de Maria!

Bispos do Brasil, consagrem a Terra de Santa Cruz ao Coração Imaculado de Maria, por Ela prometeu em Fátima: No fim, meu Imaculado Coração triunfará!

Mãe Maria, Nossa Senhora Aparecida, Rainha do Brasil, rogai por nós!

Anúncios

I – O aniversário de D. Fernando Saburido

Ontem o arcebispo de Olinda e Recife, S. Excª. Revmª. D. Fernando Saburido, fez 63 anos de idade! Segundo fui informado, o arcebispo não quis “alarde” na comemoração. A discrição exigida fez com que muitos “passassem batidos” em parabenizá-lo. Mas, mesmo com atraso, rezemos para que Deus lhe dê uma vida longa e santa. Que o senhor lhe conceda discernimento para reger, piedade para santificar e sabedoria para ensinar. Parabéns, D. Fernando!

II – Encerramento do Ano Sacerdotal (i)

Saiu em Zenit que o Papa Bento XVI usará o cálice que foi de S. João Maria Vianney! Vejam:

[Nesta] sexta-feira, dia do encerramento do Ano Sacerdotal, a Igreja viverá “a Celebração Eucarística com o maior número de concelebrantes da história de Roma. Estão previstos cerca de 15 mil”, anuncia o mestre das celebrações litúrgicas pontifícias.

Dom Guido Marini revela, além disso, que Bento XVI utilizará, na celebração, o cálice que pertencia a São João Maria Vianney, que hoje é conservado na paróquia de Ars.

[…]

No final da concelebração, antes da bênção final, o Santo Padre renovará o ato de consagração dos sacerdotes a Nossa Senhora, segundo a fórmula utilizada por ocasião da recente peregrinação a Fátima.

III – Encerramento do Ano Sacerdotal (ii)

Fonte: Site do Vaticano

ORAÇÃO PARA O ANO SACERDOTAL

Senhor Jesus, em São João Maria Vianney quiseste dar à Igreja uma comovente imagem da tua caridade pastoral. Animados por seu exemplo e em sua companhia, faz que vivamos em plenitude este Ano Sacerdotal.

Como ele, diante de tua Eucaristia, faz que possamos aprender como é simples e diária a tua Palavra a instruir, como é terno o amor com que acolhes os pecadores arrependidos, como é consolador abandonar-se confiantemente a tua Mãe Imaculada.

Senhor Jesus, por intercessão do Santo Cura d’Ars, faz que as famílias cristãs se tornem “pequenas igrejas”, nas quais todas as vocações e todos os carismas, infundidos pelo teu Santo Espírito, possam ser acolhidos e valorizados. Concede-nos, Senhor, de poder repetir, com o mesmo ardor do Santo Cura, as palavras com as quais costumava se dirigir a Ti:

Amo-te, meu Deus, e meu único desejo é amar-Te até o último respiro de
minha vida.

Amo-Te, ó Deus infinitamente amável, e prefiro morrer amando-Te do que
viver um só instante sem amar-Te.

Amo-Te, Senhor, e a única graça que peço é a de Te amar eternamente.

Meu Deus, se a minha língua não puder dizer a cada instante que Te amo,
quero que meu coração o repita tantas vezes quantas eu respiro.

Amo-Te, ó meu Deus Salvador, porque foste crucificado por mim, e me tens
aqui crucificado por Ti.

Meu Deus, dá-me a graça de morrer amando-Te e sabendo que Te amo.
Amém.

IV – Lady Gaga irrita blogosfera católica


A cantora Lady Gaga tentou ridicularizar a fé católica no seu último clipe. Taiguara Fernandes e Jorge Ferraz comentaram o assunto. Leiam e protestem também!


V – Boff apóia candidatura de Marina Silva, do PV

Fonte. Globo.com

O teólogo Leonardo Boff, ligado ao presidente Lula, declarou apoio à Marina. “Marina nos possibilita reencantar de novo com a política. Traz o olhar novo e é portadora de um sonho de um Brasil que talvez seja, dentro de alguns anos, a grande potência dos trópicos”.

 

              No site do Opus Dei há um testemunho fabuloso de um casal de espanhóis, casados há 16 anos, que tem dez filhos. Destaco (grifos meus):

 

Cada filho trazia um pão debaixo do braço: às vezes sutilmente, outras de forma tão patente que chegava a notícia de um projeto ou de um aumento no próprio dia da notícia da gravidez ou no dia do parto. […] A cultura do êxito leva, por vezes, a organizar a vida esquecendo o mais importante. E repare que a vida não é cor-de-rosa e a nossa também não; mas conviver com os filhos, educá-los com o exemplo e com as explicações, ajuda-nos a esforçar-nos por sermos melhores… e até a compreender melhor Deus Pai, que nos quer ainda mais do que nós aos nossos próprios filhos, que nos ama como somos e se derrete por nós, que só quer o nosso bem, está sempre atento às nossas necessidades… O que mais Lhe agrada das nossas obras é o amor com que as fazemos. Como o entusiasmo dos nossos filhos quando trazem um desenho para o dia dos pais…”

 

              O Taiguara Fernandes escreveu um artigo há alguns dias um texto muito interessante ao qual só hoje tive acesso. O foco da crítica dele é o escritor Dan Brown. É um ponto de vista curioso. No decurso do texto ele fez uma citação magnífica do papa Pio XII acerca do “inimigo da Igreja”. Transcrevo-a (com meus grifos):

 

             “Ele se encontra em todo lugar e no meio de todos: sabe ser violento e astuto. Nestes últimos séculos tentou realizar a desagregação intelectual, moral, social, da unidade no organismo misterioso de Cristo. Ele quis a natureza sem a graça, a razão sem a fé; a liberdade sem a autoridade; às vezes a autoridade sem a liberdade. É um “inimigo” que se tornou cada vez mais concreto, com uma ausência de escrúpulos que ainda surpreende: Cristo sim, a Igreja não! Depois: Deus sim, Cristo não! Finalmente o grito ímpio: Deus está morto; e, até, Deus jamais existiu. E eis, agora, a tentativa de edificar a estrutura do mundo sobre bases que não hesitamos em indicar como principais responsáveis pela ameaça que pesa sobre a humanidade: uma economia sem Deus, um Direito sem Deus, uma política sem Deus“.

 

              O Márcio Antônio divulgou no Tubo de Ensaio e eu repito a indicação para motivar aqueles que tiverem a disponibilidade de ir:

 

Jornada de Bioética

Jornada de Bioética

              Assisti há pouco – estupefato e indignado – a um vídeo mais que infame. Quem me mostrou foi o Taiguara Fernandes. Com o perdão dos leitores deste blog, terei a audácia de reproduzi-lo aqui. Trata-se de uma invenção no mínimo aviltante: um “distribuidor de hóstias”. O objeto esdrúxulo é posto sobre o altar, carregado de partículas [como se fosse uma âmbula], para que o padre proceda à consagração das espécies. Pelo que entendi, o vinho é servido em “tacinhas descartáveis”. É impressionante como, em nome da “higiene”, se tem a capacidade de desprezar (ou menosprezar) o Corpo de Nosso Senhor, a Tradição da Igreja e as normas litúrgicas. Isso é querer instrumentalizar a Fé e usar as Igreja como palco para demonstração de inovações tecnológicas. É, numa palavra, inacreditável.

               Reconheço que ainda temos que dar graças a Deus por esta desgraçada máquina de produzir sacrilégios não ter se popularizado aqui nas nossas terras tupiniquins. Afinal, como sabemos, com o advento da pandemia de gripe suína, alguns bispos [com o espírito demasiado positivista] emitiram normas estapafúrdias e anti-litúrgicas que tentaram impedir o fiel católico de exercer a sua piedade eucarística como a Igreja sempre ensinou. Nesse sentido, inclusive, é bom recordar que – como Jorge Ferraz bem noticiou – a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos foi enfática ao afirmar, por exemplo, que era (e é) ilícito negar a comunhão na boca [ao fiel que assim deseja receber o Santíssimo Corpo de Nosso Senhor] sob pretexto de haver “preocupações relacionadas a epidemia do vírus Influenza A”. Não é lícito e ponto final.

                Mas… voltando ao vídeo: além de disponíveis no Youtube, as chocantes imagens que apresentam o Tabajara Host Dispenser podem ser acessadas através deste endereço.

                 Neste outro vídeo um garoto explica, em inglês, o funcionamento da patética patente:

               Rezemos, caríssimos, porque a insensatez que rege o mundo quer reinar na Igreja também…

             

As Reflexões de Taiguara Fernandes acerca do CV II

As Reflexões de Taiguara Fernandes acerca do CV II

 Um grande amigo acaba de lançar um livro! Taiguara Fernandes, membro do Apostolado Veritatis Splendor, escreveu e publicou, pelo Clube de Autores, o livro “O 21º Concílio – Reflexões sobre o Concílio Vaticano II”.

             Segundo o próprio autor, a obra “é fruto de anos de trabalho e estudo em defesa do Concílio Vaticano II, amadurecido ao longo de nossa atuação no Apostolado Veritatis Splendor, buscando uma correta “hermenêutica da continuidade”, desejada pelo nosso amado Papa Bento XVI (Discurso à Cúria Romana de 22 de dezembro de 2005)”.

             Taiguara destaca ainda que, neste livro, “trata de temas polêmicos, como a liberdade religiosa, o ecumenismo, a eclesiologia do Vaticano II, o modernismo. A todas estas questões espinhosas intenta responder amparado no Magistério da Igreja, “norma próxima de universal da verdade” (SS. Papa Pio XII), tencionando uma leitura do Concílio Vaticano II à luz da perene Tradição da Igreja”.

             O 21º Concílio – Reflexões sobre o Concílio Vaticano II conta com o endosso de D. Fernando Arêas Rifan, bispo da Administração Apostólica São João Maria Vianney, em Campos de Goytacazes – RJ.

             Há uma resenha do livro disponível neste link (inclusive com o sumário), e uma comunidade do livro no orkut.

             Recomendo, portanto, a leitura desta obra porque – em sendo o autor homem de critério – sua obra será sempre de peso.

 

            Ao Taiguara, meus parabéns!

            Ao que já adquiriram o livro, boa leitura!

            Aos que não adquiriram:  às compras!

 

            Para adquirir o livro clique aqui