I.  ¿Papá dónde estás?

 

            Saiu no BBC Brasil: Bebê espanhol é registrado com duas mães biológicas. Da reportagem, destaco:

             Lluna foi registrada sem pai, mas com duas mães, depois que Veronica e Monica conseguiram convencer o Ministério da Saúde da Espanha de que tinham direito à reprodução e registro porque estão casadas”.

            (…)

            Um comitê de 27 especialistas em direito, psicologia, medicina, bioética e representantes de sociedades científicas selecionados pelo Ministério da Saúde, deu o parecer positivo para a gestação e o registro oficial de Lluna como filha de duas mães. 

            “É um precedente histórico. Foi reconhecida a equiparação de direitos e se abre uma grande possibilidade para que todas as mulheres lésbicas possam trocar seus óvulos de forma artificial”, completou Fernando Marina. 

            Segundo o comitê, o governo deve oferecer aos gays (que podem casar legalmente na Espanha) os mesmos direitos que os heterossexuais também em assuntos como a reprodução assistida.

            Se essa moda pega… Uma dúvida: domingo passado foi Dia dos pais; num caso desses, quem a menina Lhuna vai presentear?

 

 

 II. Hitler – o exorcizado

 

            “El Papa Pacelli exorcizó «varias veces» y a distancia a Adolf Hitler, por considerarlo una persona poseída; un endemoniado; un hombre tan diabólico en sus programas de dominio y de exterminio, hasta el punto de estar dominado por las fuerzas del Mal. Así lo declaró Sor Pascalina, secretaria particular del Pontífice”.

             Não, você não entendeu errado.  Pio XII realmente “exorcizou «várias vezes», à distância, Adolf Hittler – por considerá-lo uma pessoa possuída, um endemoninhado”. O Fratres in Unum foi quem deu a dica desta matéria. A reportagem completa pode ser lida (em espanhol) no Religion em Libertad. Bastante interessante!

 

III.  A Bagdad brasileira

 

            Ontem eu havia comentado rapidamente que o governo iraquiano  planeja proibir o fumo em todos os lugares públicos do país. Incrivelmente, hoje me depare com uma notícia semelhante – só que desta vez a proibição é no Brasil! O Globo publicou: Aprovada a lei que proíbe fumo em locais públicos fechados no estado do Rio. Não sei por que me surpreendo com esse tipo de notícia. Acaso não é a América Latina é um grande Iraque?

 

 IV.  São Josemaría, fundador do Opus Dei

 

             Um videozinho não faz mal a ninguém ;). Recentemente, foi erigida – no México – uma paróquia em honra de São Josemaría Escrivã de Balaguer. O site do Opus Dei traz um pequeno vídeo com trechos da cerimônia de dedicação da igreja em honra do santo espanhol. A celebração foi presidida por Sua Eminência Reverendíssima, o Cardeal Norberto Rivera. Vejam aqui.

 

            Qualquer dia desses vou escrever alguma coisa sobre a moralidade (ou não) de fumar. Eu não fumo. Mas não tenho raiva de quem fuma e sei que não constitui pecado o ato de fumar. Assim sendo, creio ser um intervencionismo descabido medidas como a que está para ser adotada no Iraque: O governo anunciou, na semana passada, que planeja proibir o fumo em todos os lugares públicos.

 

            Direto do canal “Planeta Bizarro” – do site da Globo: prefeito transexual levou advertência por usar vestido muito curto. Notem: a advertência não resulta do fato de o prefeito estar usando um vestido, mas do fato de o vestido ser muito curto! Acho que a noção de decoro-vergonha-pudor-respeito está – dia após dia – se desvanecendo. Talvez seja reflexo do mundo extremamente “sensualizado” (ou mesmo, erotizado) em que vivemos… Aos que acham que a advertência seja fruto de puritanismo ou preconceito peço que reflitam sobre o seguinte: não é verdade que, no Brasil, a maioria das repartições do Poder Judiciário proíbe a entrada de homens de bermuda (por exemplo)? A nudez em ambiente público [em que não seja expressamente permitido] não é, em muitos países, crime de atentado contra o pudor público? Acaso numa UTI de hospital, por exemplo, se entra com qualquer roupa? Pois bem. Todos estes cuidados e normativos decorrem da noção de que a sobriedade no vestir (que implica adequação da indumentária a uma série de coisas; entre elas, a dignidade do ambiente em que se está e a própria dignidade de quem está se vestindo) é algo importante para a convivência humana. É uma conveniência imposta pela sociedade? Sim. Nem por isso significa que seja má. Muito pertinente, portanto, a advertência dada ao prefeito da cidade americana de Silverton.

 

            Vibrei com esta notícia da ACI: “Católicas pelo Direito a Decidir” são abortistas e anti-católicas, precisa Arcebispo peruano. Tem gente que acha que – diante de um assunto “polêmico” – a gente não deve “dar nome aos bois”, como se diz aqui no Nordeste. O arcebispo peruano, porém, mostrou que “colocar os pontos nos is” é bom, justo, recomendável, necessário e caridoso! Abortistas, sim, com todas as letras. Parabéns ao corajoso Dom José Antonio Eguren Anselmi!

 

            O site do Padre Paulo Ricardo está de cara nova. Confiram!