Há muito o Papa Pio XII, de veneranda memória, é criticado e perseguido por sua suposta omissão durante o período em que grassava a barbárie nazista. A crítica é, obviamente, injusta e caluniosa. Aliás, às vezes me pego pensando que obrigação tinha o santo padre de salvar os judeus das garras de Hitler e seus asseclas. Ora, cristãos foram e são perseguidos o tempo inteiro – da era apostólica até os dias atuais – e, ao que me consta, nenhum líder religioso sentiu-se no dever moral de tomar a defesa dos cristãos… Mas, deixando de lado esse aspecto, o fato é o seguinte: Zenit publicou que a “Pave the Way Foundation (PTWF) anunciou o descobrimento de documentos vaticanos de grande importância” a respeito do papel do então cardeal Eugênio Pacelli na “salvação” dos judeus. Trago aqui alguns trechos da matéria que me chamaram a atenção (grifos meus):

“Até agora, temos mais de 40 mil páginas de documentos, vídeos de testemunhas oculares e artigos em nosso website (www.ptwf.org) para ajudar os historiadores a investigar este período.”

O historiador e representante da PTWF na Alemanha, Michael Hesemann, visitou regularmente o Arquivo Secreto vaticano, aberto recentemente, e continua realizando descobertas significativas. Seu último estudo dos documentos originais publicados anteriormente revela ações secretas para salvar milhões de judeus desde 1938, três semanas depois da Noite dos Cristais.

“Dado que muitos dos críticos deste pontificado ainda não aceitaram a direta e provada ameaça nazista contra o Estado Vaticano e a vida do Papa Pio XII, parecem não compreender que era necessário usar subterfúgios, dado que eram enviadas somente diretivas criptografadas ou verbais.”

“Em muitos casos, os historiadores ignoram a linguagem vaticana, que às vezes usa o latim para expressar o significado oculto destas petições.”

Não se empenhar em salvar somente os judeus (…), mas também sinagogas, centros culturais e tudo o que pertencia à sua fé.”


40 mil páginas! É isso mesmo! Enquanto os inimigos da Igreja não têm sequer uma página de acusação procedente contra o Cardeal Pacelli (depois Papa Pio XII) a Igreja apresenta 40 mil laudas de defesa! E mais: ele não salvou uma ou outra família de judeus, mas milhões! Salvou a eles e até mesmo à cultura religiosa deles. Que estes números sirvam, se não para calar a voz dos inimigos da Igreja, pelos menos para desmascarar a desonestidade e/ou imperícia de certos historiadores.

              Uma bonita oração composta por Sua Santidade, o papa Pio XII, em favor dos sacerdotes. Penso que seja bastante oportuna por ocasião deste Ano Sacerdotal que estamos vivendo.

Fonte: Orações Tradicionais

Oh Jesus, Pontífice Eterno, Bom Pastor, Fonte de vida, que por singular generosidade do Vosso Dulcíssimo Coração nos deste os nossos sacerdotes para que possamos cumprir plenamente os desígnios de santificação que a vossa graça inspira nas nossas almas; vos suplicamos: vinde e ajudai-os com a vossa assistência misericordiosa.

 Sede para eles, oh Jesus, fé viva nas suas obras, esperança inquebrantável nas provas, caridade ardente nos seus propósitos. Que a vossa Palavra, raio da eterna Sabedoria, seja, pela constante meditação, o alimento diário da sua vida interior. Que o exemplo da vossa vida e Paixão se renove na sua conducta e nos seus sofrimentos para o nosso ensinamento, e alívio e sustento nas nossas penas.

 Concedei-lhes, oh Senhor, desprendimento de todo o interesse terreno e que só busquem a vossa maior glória. Concedei-lhes ser fieis às suas obrigações com a pura consciência até ao posterior alento. E quando com a morte do corpo entreguem nas vossas mãos a tarefa bem cumprida, dai-lhes, Jesus, Vós que fostes o seu Mestre na terra, a recompensa eterna: a coroa de justiça no esplendor dos santos. Amém.

 

              No site do Opus Dei há um testemunho fabuloso de um casal de espanhóis, casados há 16 anos, que tem dez filhos. Destaco (grifos meus):

 

Cada filho trazia um pão debaixo do braço: às vezes sutilmente, outras de forma tão patente que chegava a notícia de um projeto ou de um aumento no próprio dia da notícia da gravidez ou no dia do parto. […] A cultura do êxito leva, por vezes, a organizar a vida esquecendo o mais importante. E repare que a vida não é cor-de-rosa e a nossa também não; mas conviver com os filhos, educá-los com o exemplo e com as explicações, ajuda-nos a esforçar-nos por sermos melhores… e até a compreender melhor Deus Pai, que nos quer ainda mais do que nós aos nossos próprios filhos, que nos ama como somos e se derrete por nós, que só quer o nosso bem, está sempre atento às nossas necessidades… O que mais Lhe agrada das nossas obras é o amor com que as fazemos. Como o entusiasmo dos nossos filhos quando trazem um desenho para o dia dos pais…”

 

              O Taiguara Fernandes escreveu um artigo há alguns dias um texto muito interessante ao qual só hoje tive acesso. O foco da crítica dele é o escritor Dan Brown. É um ponto de vista curioso. No decurso do texto ele fez uma citação magnífica do papa Pio XII acerca do “inimigo da Igreja”. Transcrevo-a (com meus grifos):

 

             “Ele se encontra em todo lugar e no meio de todos: sabe ser violento e astuto. Nestes últimos séculos tentou realizar a desagregação intelectual, moral, social, da unidade no organismo misterioso de Cristo. Ele quis a natureza sem a graça, a razão sem a fé; a liberdade sem a autoridade; às vezes a autoridade sem a liberdade. É um “inimigo” que se tornou cada vez mais concreto, com uma ausência de escrúpulos que ainda surpreende: Cristo sim, a Igreja não! Depois: Deus sim, Cristo não! Finalmente o grito ímpio: Deus está morto; e, até, Deus jamais existiu. E eis, agora, a tentativa de edificar a estrutura do mundo sobre bases que não hesitamos em indicar como principais responsáveis pela ameaça que pesa sobre a humanidade: uma economia sem Deus, um Direito sem Deus, uma política sem Deus“.

 

              O Márcio Antônio divulgou no Tubo de Ensaio e eu repito a indicação para motivar aqueles que tiverem a disponibilidade de ir:

 

Jornada de Bioética

Jornada de Bioética

 

I.  ¿Papá dónde estás?

 

            Saiu no BBC Brasil: Bebê espanhol é registrado com duas mães biológicas. Da reportagem, destaco:

             Lluna foi registrada sem pai, mas com duas mães, depois que Veronica e Monica conseguiram convencer o Ministério da Saúde da Espanha de que tinham direito à reprodução e registro porque estão casadas”.

            (…)

            Um comitê de 27 especialistas em direito, psicologia, medicina, bioética e representantes de sociedades científicas selecionados pelo Ministério da Saúde, deu o parecer positivo para a gestação e o registro oficial de Lluna como filha de duas mães. 

            “É um precedente histórico. Foi reconhecida a equiparação de direitos e se abre uma grande possibilidade para que todas as mulheres lésbicas possam trocar seus óvulos de forma artificial”, completou Fernando Marina. 

            Segundo o comitê, o governo deve oferecer aos gays (que podem casar legalmente na Espanha) os mesmos direitos que os heterossexuais também em assuntos como a reprodução assistida.

            Se essa moda pega… Uma dúvida: domingo passado foi Dia dos pais; num caso desses, quem a menina Lhuna vai presentear?

 

 

 II. Hitler – o exorcizado

 

            “El Papa Pacelli exorcizó «varias veces» y a distancia a Adolf Hitler, por considerarlo una persona poseída; un endemoniado; un hombre tan diabólico en sus programas de dominio y de exterminio, hasta el punto de estar dominado por las fuerzas del Mal. Así lo declaró Sor Pascalina, secretaria particular del Pontífice”.

             Não, você não entendeu errado.  Pio XII realmente “exorcizou «várias vezes», à distância, Adolf Hittler – por considerá-lo uma pessoa possuída, um endemoninhado”. O Fratres in Unum foi quem deu a dica desta matéria. A reportagem completa pode ser lida (em espanhol) no Religion em Libertad. Bastante interessante!

 

III.  A Bagdad brasileira

 

            Ontem eu havia comentado rapidamente que o governo iraquiano  planeja proibir o fumo em todos os lugares públicos do país. Incrivelmente, hoje me depare com uma notícia semelhante – só que desta vez a proibição é no Brasil! O Globo publicou: Aprovada a lei que proíbe fumo em locais públicos fechados no estado do Rio. Não sei por que me surpreendo com esse tipo de notícia. Acaso não é a América Latina é um grande Iraque?

 

 IV.  São Josemaría, fundador do Opus Dei

 

             Um videozinho não faz mal a ninguém ;). Recentemente, foi erigida – no México – uma paróquia em honra de São Josemaría Escrivã de Balaguer. O site do Opus Dei traz um pequeno vídeo com trechos da cerimônia de dedicação da igreja em honra do santo espanhol. A celebração foi presidida por Sua Eminência Reverendíssima, o Cardeal Norberto Rivera. Vejam aqui.