No post anterior, tratei de alguns aspectos da Parada Gay de São Paulo. Agora, acabo de ler que em Recife o movimento gayzista também quer fazer algo diferente no sentido de “chamar a atenção para o respeito ao amor diferente”. Não dançarão valsa – como se pretende fazer na Parada da capital paulista – mas resolveram programar um “beijaço” gay para amanhã, dia dos Namorados. Diz a matéria do JC:

Esse gesto simples será a forma de chamar a atenção para o amor diferente. Estão convocados gays, bissexuais e heterossexuais para um beijaço neste domingo, Dia do Namorados, no Recife. O ato vai acontecer no Sítio da Trindade, bairro de Casa Amarela, zona norte da cidade.

A realização é da ONG Leões do Norte que quer chamar a atenção para o respeito ao amor diferente. “Nós nos beijamos pelo direito de amar diferente quando milhares de homossexuais não pode expressar o amor que sentem em razão do preconceito e da discriminação” explica o cartaz da mobilização. O beijaço está programado para às 17h.

O Sítio da Trindade é um polo cultural e artístico muito conhecido e frequentado em Recife. Por ser um lugar muito arborizado e amplo, alguns pais costumam levar seus  filhos para passear lá – sobretudo em dias de domingo. Portanto, aqui vai um aviso aos pais que pretendem dar aos seus filhos uma educação cristã, e que não querem submetê-los à visualização de cenas inadequadas à sua idade e formação: não levem suas crianças amanhã, 12 de junho de 2011, para o Sítio da Trindade! Poupem-nas!

Anúncios

           

            I

 

           Querem matar Obama! Alguém lançou uma enquete no Facebook perguntando se o presidente dos EUA deveria ser morto. Antes que a voz do povo fosse a voz de Deus, retiraram do ar a enquete. Eu particularmente sou contrário a que matem Obama. Acho que ele deveria passar por um processo idêntico [ou talvez mais radical até] ao do protagonista do filme “O Curioso caso de Benjamim Button”: ele devia regredir na idade até atingir o ventre de sua querida mamãe. E lá, no ventre materno – tal como as crianças abortadas – ele deveria conhecer a dura realidade da morte quando [ainda] se é inocente… É caro leitor, talvez eu seja mais macabro que o sujeito que criou a pesquisa no Facebook…

              II

              Para os pedófilos, castração química já! A proposta está sendo estudada pelos ilustres senadores deste nosso Brasil Varonil. Porém, eu pergunto: isso não é meio estóico, não? E quanto aos instintos? Há como livrar-se deles? Se bem que – pelo Evangelho de domingo passado – “é melhor entrar no Reino do Céu sem um dos olhos do que – tendo ambos – arder no inferno”. Por analogia…

 

               III 

 

            O Percival Puggina escreveu um primoroso artigo descendo a lenha no envolvimento do Brasil com a questão Hondurenha. Vale a pena ler 😉

 

           

           

“Pela primeira vez na história da Igreja, o Santo Padre vai reunir-se, com os cinco Patriarcas Católicos de Rito Oriental (das igrejas maronita, melquita, síria, arménia e caldeia), ao mesmo tempo, no dia 19 deste mês”. [Fonte: e-mail enviado pela equipe do site http://www.evangelhoquotidiano.org] Evangelho Quotidiano]

 

            O blog Notícias Lepanto trouxe esta notícia – a meu ver, importantíssima – acerca de um show que a cantora Madonna promoverá na Polônia. O blog faz um alerta aos católicos e os conclama a protestar contra tamanha blasfêmia. Que João Paulo II, o Grande, interceda pela Polônia, sua querida terra natal! Eis a íntegra da notícia:

 

Show de “Madonna” – Proteste contra blasfêmia na Polônia

               Prezados,

 

            A cantante americana “Madonna” fará um show no aeroporto de Varsóvia, no dia da festa da Assunção de Nossa Senhora, 15 de Agosto, e também festa de Nossa Senhora de Czestochowa, padroeira do país.

            A revista escandalosa polonesa “Machina” publicou na sua capa um escárnio de Nossa Senhora de Czestochowa com o dizer: “Não há lugar para duas rainhas na Polônia”.

            Se isso ocorrer num país tão católico, amanhã não poderá ser tentado no Brasil?

            O Sr., a Sra., já imaginaram um show blasfemo de “Madonna”, por exemplo, no aeroporto internacional de São Paulo, Rio de Janeiro ou outra capital brasileira, para debicar de Nossa Senhora Aparecida, no dia de sua festa?

            Católicos de todo o mundo estão se unindo aos católicos poloneses que, dentro do estrito respeito da lei, solicitam às autoridades polonesas que impeçam essa blasfêmia coletiva a Nossa Senhora.     

            É preciso nós, católicos brasileiros, fazermos sentir que na Terra de Santa Cruz nenhuma tentativa nessa linha será aceita.

             No Brasil já começaram os protestos. Mande também seu protesto de católico e de brasileiro!

             Visite o blog Luzes de esperança http://luzesdeesperanca.blogspot.com/, lá encontrará os endereços e uma mensagem de protesto, que cada um poderá editar ou completar segundo ache melhor. Com um simples clique o Sr., a Sra, poderão poupar essa ofensa a Nossa Senhora que é nossa Mãe!

Façamos um breve passeio ao redor do mundo:

Itália:

            Segundo o jornal italiano Corriere dela Sera, o ministro da administração pública da Itália, Renato Brunetta, teve uma pequena (talvez média, ou talvez grande…), indisposição com a Conferência Episcopal Italiana. O caso é o seguinte: os bispos dizem que a pobreza na Itália aumentou, e que a crise econômica mundial não é justificativa suficiente para que “o custo das dificuldades do momento presente recaiam com maior força sobre a parte mais débil da população”. Brunetta diz: “la povertà in Italia è diminuita” (“a pobreza na Itália diminuiu”). O público diante do qual o ministro proferiu essa frase não apoiou o seu posicionamento e pôs-se a questioná-lo. Ao ver-se metido numa fria, o ministro perdeu a paciência e disse: “Rumoreggiate quanto volete, ma queste sono le statistiche” (“reclamem o quanto quiserem, mas estas são as estatísticas”). Pobre ministro, paupérrimo argumento…

 

Brasil:

            O professor Orlando Fedeli, da Associação Cultural Montfort, publicou uma carta aberta ao presidente da República, Luís Ignorácio Lula da Silva. O mote da carta: o uso de células tronco embrionárias em pesquisas científicas. Duas coisas excelentes que constam na carta: primeiro, as advertências claras a respeito das penas em que incorrem os católicos que “promovem, aprovam ou permitem violar o direito à vida de embriões ou fetos”; e, depois, um excelente parecer jurídico-canônico que elucida muitas das conseqüências práticas decorrentes da aprovação da lei que permite o uso das células tronco embrionárias em pesquisas “científicas”. A carta encontra-se no site da Montfort.

 

Espanha:

             Em Pamplona, na Espanha, 10 mil pessoas participaram do 27º Dia da Família. A abertura do evento ocorreu da melhor forma possível: com uma Missa, celebrado pelo arcebispo de Pamplona e Tudela, D. Francisco Pérez. Na homilia, D. Pérez, fez um insight interessante: “a família é fundamental na sociedade, tanto como as células no corpo humano”, disse ele. O Prelado ainda advertiu que a parábola do Filho Pródigo mudou nos nossos dias, pois “agora muitos pais pródigos deixam a seus filhos”. É lamentável, mas é verdade!”.

 

Sri Lanka:

            Zenit divulgou: Grupos paramilitares com apoio do governo do Sri Lanka estão seqüestrando menores nos acampamentos de refugiados e na cidade de Vavuniya, no norte do Sri Lanka. Grupos paramilitares usam as crianças como soldados. O Conselho Nacional de Segurança da Onu já está sabendo. Vamos ver se Obama, após analisar a relação custo-benefício de socorrer o Sri Lanka, vai permitir que a Onu faça alguma coisa… Para mais informações, acesse: http://www.child-soldiers.org/home

 

Irlanda:

             D. Keith Michael Patrick O’Brien, cardeal-arcebispo de Saint Andrews e Edimburgo, na Escócia, está em Derry, Irlanda, para participar das celebrações comemorativas do centenário da Igreja de São Columbano, co-padroeiro do país, missionário e fundador de mosteiros naquela região. Hoje (11), o cardeal celebra a Missa do Centenário e, logo em seguida, para recordar o evento (a ereção da Igreja de São Columbano) será plantado um carvalho, no cemitério de Long Tower. As informações são deste site.

 

 

Croácia:

            O presidente do Conselho das Conferências Episcopais da Europa fez algumas declarações que, eu diria, são meio perigosas… D. Peter Erdõ afirmou que “qualquer tentativa de separar a missão pastoral ou evangelizadora das questões sociais equivale a um sério erro e levaria a crer que a justiça social nada teria a ver com a fé”. Essa declaração, se não é TL, é pelo menos exagerada. Se o viés social não é a razão de ser da Igreja por que, então, seria um “sério erro” deixar que os leigos cuidem da política ao passo que a Igreja cuida das almas? (lembrando que: se a igreja consegue formar mais santos, invariavelmente, alguns deles enveredarão pela vertente política e serão importantes sinais de santidade naquele contexto). O cardeal Erdõ disse ainda que “justiça e a paz pertencem, intrinsecamente, à missão da Igreja”. Isso sendo mal-interpretado gera um problema… (leia mais sobre isso no site da Agência Ecclesia)

Duas notícias publicas pela ACI que vale a pena ler:

Episcopado espanhol reafirma que “o aborto com pílula também é um crime”

MADRI, 14 Mai. 09 (ACI/Europa Press) .- A Secretaria Geral da Conferência Episcopal Espanhola (CEE) emitiu hoje um comunicado no qual afirma que “o aborto com pílula também é um crime”, em relação à decisão do Governo de que a pílula do dia depois seja acessível sem receita.

Do mesmo modo, decidiu publicar de novo quatro documentos sobre o tema realizados entre 1998 e 2001 diante das, conforme acrescentam, “surpreendentes medidas que permitem a venda de fármacos com possíveis efeitos adversos e eventuais seqüelas negativas para a saúde das mulheres ou meninas que as utilizem”.

Os documentos que mantêm sua atualidade e aos que se pode acessar na página Web da CEE em espanhol: http://www.conferenciaepiscopal.es/, são:”A pílula do dia seguinte, ameaça contra a vida” (2001), “Sobre a pílula do dia seguinte” (2000), “Com a Pílula também se manda” (1998) e “O aborto com pílula também é um crime” (1998).

Lei do aborto procuraria anistia para empresários da morte na Espanha

MADRI, 15 Mai. 09 (ACI) .- A Federação Espanhola de Associações Pró-vida rejeitou energicamente a liberalização do aborto no país e denunciou que a polêmica Lei do Aborto procuraria dar anistia aos empresários que lucraram por anos com esta prática.

“Denunciamos publicamente que esta lei não tem outro objeto que conseguir anistia com efeitos retroativos para os empresários do aborto que não só estão isentos de escrúpulos por arrancar os filhos das vísceras de seus, muitas vezes,  atormentadas mães, mas também além disso burlam a lei atual”, sustenta a Federação em uma nota de imprensa.

Do mesmo modo, recorda que “um delito não se converte em direito por afirmar que o é nem porque se adorne com eufemismos de liberdade e progresso. Já é suficiente com as vidas que se perderam, com as mulheres quebrantadas e as gerações mutiladas. O aborto é algo terrível e doloroso para todos e não podemos admiti-lo como algo inevitável e menos ainda falar dele como avanço nos direitos sociais”.

Para a Federação, a aprovação desta lei trará “mais gravidezes especialmente em jovens, mais morte e mais vistas interrompidas”.

“Queremos mostrar nossa mais profunda indignação quando se apela à liberdade da mulher e a sua saúde, para inventar um direito que é o de matar a um filho sem dar explicações se isto for feito em um prazo determinado. Um delito não se converte em direito por repeti-lo muitas vezes e adorná-lo com eufemismos de liberdade e progresso”, esclarece.

Finalmente, a Federação expressa sua confiança em que “sobressaia o sentido comum e o governo retifique e dê marcha atrás neste projeto retrógrado e desumano que só alegrará aos que lucram com a dor alheia e que suporá uma degradação e um abandono maior para a mulher, para os filhos e para toda a sociedade espanhola”.

 

            A notícia que reproduzo abaixo foi publicada no Rádio Vaticano (veja aqui). Trata-se de uma atitude desesperada e motivada por boas intenções, mas tosca a não mais poder! E a sacralidade do templo onde fica? Falta de bom senso total!

 

 

PADRE COLOCA CARRO ZERO DENTRE DA IGREJA DA CONSOLAÇÃO

PARA TENTAR CONSEGUIR REFORMA

 

            São Paulo, 14 mai (RV) – Um carro novo colocado num ambiente de paredes descascadas e pintura velha chama a atenção de quem entra na Igreja Nossa Senhora da Consolação, no centro de São Paulo. E não é para menos. O veículo está estacionado num local inusitado: dentro da igreja, entre os bancos, à espera do fiel ganhador da rifa. Cada bilhete custa R$ 10 e quem tiver o número sorteado levará o carro.

            O objetivo dessa ação – conta o pároco, Pe. José de Assis Batista – é levantar fundos para a restauração da igreja, no ano de seu centenário. Pe. José quer ainda, que o local seja tombado.

            “A rifa é um meio de envolver a comunidade” – explicou o pároco, de 48 anos. Ele tem um desafio grande pela frente e pouco tempo. O carro foi “emprestado” por uma concessionária e será devolvido em 90 dias, se a igreja não conseguir arrecadar os R$ 27.500 que ele vale. O sorteio será no dia 30 de agosto.

            “É um desafio. Vamos torcer para a comunidade se empenhar” – disse Pe. José, há dois anos na Igreja Nossa Senhora da Consolação.

            Em setembro próximo, a comunidade celebra um século da construção da igreja que, seja pelo desgaste sofrido nestes 100 anos seja por falhas na conservação, apresenta uma série de problemas: rachaduras no teto e pinturas desfiguradas ou desbotadas revelam onde o dinheiro da rifa será aplicado.

            O custo das obras de restauração, incluindo todos os projetos e as reparações necessárias, foi estimado em R$ 8 a R$ 10 milhões. Para tentar obter parte dessa soma, Pe. José entrou, há um mês, com o pedido de tombamento da Igreja Nossa Senhora da Consolação junto ao Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo (Conpresp). “Esta igreja é um patrimônio da cidade. A reforma é um impulso para a comunidade e para o centro de São Paulo” – concluiu o sacerdote. (AF)