I – Frei Betto, o [CA] PETISTA

 

E eis que o dominicano mais marxista de todos os tempos lançou sua “pérola” da semana em artigo publicado na Folha de São Paulo – e reproduzido neste blog. O texto, cujo subtítulo poderia ser “Louvores à Lula e sua Fiel Escudeira, Dilma”, traz a seguinte asneira:

 

“Em tudo o que Dilma realizou, falou ou escreveu, jamais se encontrará uma única linha contrária ao conteúdo da fé cristã e aos princípios do Evangelho”.


É mole?

 

II – “Não sou uma prostituta”

 

Um padre americano da Diocese de San Diego, chamado Fr. Richard Perozich, escreveu uma magnífica exortação aos católicos americanos a respeito das eleições de 2 de novembro – na qual serão escolhidos representantes para alguns cargos do Legislativo. A carta [disponível aqui, em inglês] é muito boa. Recortei alguns trechos que julgo serem úteis à nossa orientação enquanto católicos brasileiros na iminência de um importante pleito eleitoral.

 

For us Catholics, the basic issues are: Life from conception to natural death, that is, protection of the unborn, those with life, and those who are sick; protection of new life in its most nascent form, the embryo; protection from cloning to farm body parts; protection from sexual deviance in the form of pederasty, homosexuality, adultery, fornication, prostitution.

[…]

But enough! I refuse to cast a vote for anyone who supports abortion, sexual confusion to be forced in the military, marriage, school curricula, or any other societal aspect, cloning, embryonic stem cell research, or euthanasia. I am a Catholic. I am a citizen of the kingdom of God and will promote that kingdom in all parts of my life.

Fiz questão de traduzir [ainda que seja uma tradução “meia-boca”] o trecho abaixo. Creio que seja o mais contundente de toda a carta:

 

To you politicians who promote non-Catholic values, I will not vote for you just so your opponent will not get into office. If you do not represent me, you do not have my vote. I don’t want your government money. I don’t want your ideas of equality, fairness, and justice. I don’t want your health care. I am not a prostitute who sells my vote for temporal benefits.

 

“Tradução”:

A vocês, políticos que promovem valores não-católicos, eu não irei votar em vocês […] Se não me representam, não têm meu voto. Eu não quero o dinheiro do seu governo. Eu não quero suas idéias de igualdade, equidade e justiça. Eu não quero os seus cuidados médicos. Eu não sou uma prostituta que vende o voto para obter benefícios temporais.

 

III – “Entenda as supostas calúnias ao PT (como surgiram e suas consequências)”

 

Um excelente apanhado jornalístico veio a público pela pena de Anderson Pontes: trata-se de uma historiografia recente, mas completa, da relação nada amigável entre o Partido dos Trabalhadores e a imprensa (católica e não católica) no que tange à Defesa da Vida. O blog Cristo Rei Nosso publicou em primeira mão o texto do Anderson – que contém vídeos, declarações e matérias diversas. Confiram e divulguem aos que acham que “o PT é inofensivo e está sendo caluniado e injustiça por religiosos fundamentalistas” 😉