[Eu não sabia que existia uma oração para “aceitação da morte”. No tesouro da Igreja, porém, se encontra de tudo! É uma oração lúgubre, mas bela!]


Meu Deus e meu Pai, Senhor da Vida e da morte, que, para justo castigo das nossas culpas, com um decreto imutável determinastes que todos os homens haviam de morrer, olhai para mim, aqui prostrado diante de Vós. Detesto de todo o coração as minhas culpas passadas, pelas quais mereci mil vezes a morte, que aceito agora com o fim de expiá-las e para obedecer à vossa amável vontade. De bom grado morrerei, Senhor, no momento, no lugar e do modo que Vós quiserdes, e  aproveitarei até esse instante os dias que me restem de vida para lutar contra os meus defeitos e aumentar o meu amor por Vós, para quebrar os laços que atam o meu coração às criaturas e preparar a minha alma para comparecer à vossa presença; e desde agora me abandono sem reservas nos braços da vossa paternal Providência. Amém.

Fonte: Seleta de Orações, Editora Quadrante, pág. 209.

Anúncios