I – México abre primeira Igreja dedicada ao exorcismo

              Está no site da BBC Brasil: México abre primeira Igreja dedicada ao exorcismo. Em seguida, farei alguns breves comentários.

 

Por Cecilia Barría

A primeira igreja mexicana dedicada exclusivamente ao exorcismo foi inaugurada na cidade de Queretaro, na região central do México.

Não há dados precisos sobre o número de exorcismos realizados no país mas, segundo as autoridades eclesiásticas, só na capital, Cidade do México, ocorrem cerca de dez por mês, e o fenômeno está aumentando.

A crença em possessões demoníacas não é nova em um país onde mais de 90% da população é católica, mas, pela primeira vez em sua história, o país tem sua própria igreja com esta finalidade – a Capela das Almas Benditas do Purgatório.

O exorcismo é anterior à chegada do colonizador espanhol, no século 16. Curandeiros astecas queimavam ervas e oravam para acabar com a influência de maus espíritos.

Doença mental

Atualmente, a Igreja Católica segue as diretrizes contidas em um livro publicado pelo Vaticano.

Críticos do exorcismo alegam que um erro comum de sacerdotes que realizam esses rituais é confundir doenças mentais como esquizofrenia ou epilepsia com o que chamam de “possessão”.

Mas um padre, Rogélio Cano, disse à BBC que na capela de Queretaro só serão aceitos casos que já foram tratados por médicos e psiquiatras.

 

              Bom, é perceptível que a matéria precisa de algumas correções e esclarecimentos importantes.

             Primeiro: Pelo que entendi, parece que não se trata de uma “nova igreja” – fundada para a prática do exorcismo [se assim o fosse, bastava abrir um filial da Igreja Universal do Queijo do Reino por lá ;)]. Trata-se, então, de uma capela católica que será “dedicada” ao tratamento dos casos de exorcismo. Ainda sim me soa muitíssimo estranho que a Igreja tenha autorizado tal coisa…

            Segundo: o exorcismo católico nada tem a ver com as mandingas dos curandeiros astecas. A comparação foi extremamente infeliz.

            Terceiro: o “livro” – mencionado no texto da matéria – que “atualmente” serve de guia para a realização de exorcismo é, na verdade, o Ritual do Exorcismo.

 

II – Brasil legaliza alucinógenos para fins religiosos

 

             A reportagem é do El País (perdoem-me mais uma vez não ter traduzido…). Eu fico impressionado como o Brasil respeita a religiosidade de seu povo. Respeita tanto que queria retirar os crucifixos das repartições públicas… Respeita tanto que a todo momento tenta [e as vezes consegue] elaborar leis que vão de encontro aos princípios religiosos mais fundamentais…

 

El Gobierno brasileño ha autorizado el consumo de un alucinógeno en rituales religiosos tras años de discusiones y polémicas. La liberalización de la droga, llamada ayahuasca, daime u hoasca, que usaban los indios de la Amazonia brasileña en sus rituales, acaba de aparecer en el Boletín Oficial del Estado.

Es legal sólo el uso del alucinógeno, no su comercialización. No hay restricciones, todos pueden usarlo: hombres, mujeres -incluso embarazadas-, jóvenes y hasta niños, siempre que sea durante un rito religioso. Pero se prohíbe abandonar el lugar del rito religioso mientras no se hayan pasado los efectos alucinógenos en los fieles. Esta exigencia proviene de que ha habido casos de personas que intoxicadas con esta droga, y fuera del ambiente religioso, han llegado hasta el suicidio.

             […]

 

              O trecho mais curioso da matéria é o seguinte:

 Tanto Eduardo Suplicy, senador del Partido de los Trabajadores, como Fernando Gabera, senador del Partido Verde, han aplaudido la decisión del Gobierno de Lula, alegando que se trata del “reconocimiento de unas religiones verdaderamente brasileñas”.

             Suplicy e Gabera aplaudindo “o reconhecimento das religiões verdadeiramente brasileiras”! Acreditem: eles não tinham nenhuma intenção de – a partir disso – tentar mais uma vez liberar o uso/consumo da maconha… Jamais lhes passou pela cabeça coisa semelhante… Será?…

 

III – Pernambuco, orgulho-me do teu frevo e envergonho-me de tua “diversidade”…

 

 Diversidade

Com orquestra de frevo e grupo de maracatu, o primeiro Bloco da Diversidade Sexual se concentra na Rua 13 de Maio e chega ao Mercado Eufrásio Barbosa. Reúne gays, lésbicas, transexuais, travestis e bissexuais, em torno do direito à livre orientação sexual.

Fonte: http://jc.uol.com.br/grupo/servicos/roteiroCultural/shows.php?dth=2010-02-07

 

            IV – Indicaram a internet para ganhar o Nobel da Paz!

 

              A notícia está nesta matéria da Folha. Em um trecho é dito:

 “A candidatura da internet foi proposta pela versão italiana da revista “Wired”. A justificativa dada é que a ferramenta trouxe avanços para o “diálogo, debate e consenso completo da comunicação” e na promoção da democracia”.

              Até que enfim uma ideia sensata! Se até Obama ganhou o Nobel da paz por que não conferi-lo à rede? 😉

Anúncios