A Igreja celebrou o ano passado os 150 anos das aparições da Virgem Santíssima à Santa Bernadette, em Lourdes (França). Naquela ocasião a Bela Senhora disse à santa, em língua francesa: “Je suis l’Immaculée Conception” (Eu sou a Imaculada Conceição). Amanhã, dia santo de guarda em que a Igreja celebra a festa da Imaculada, achei importante recordar a história de Bernadette, bem como fazer uma justa homenagem à Augusta Mãe. Por isso, postei dois vídeos: o primeiro, é um antigo filme (ainda em preto e branco …) sobre a história da jovem francesa que teve a graça indizível de contemplar a face da Santíssima Virgem. Ao final o vídeo apresenta fotos para mostrar que, ainda hoje, o corpo de Santa Bernadette está incorrupto! O segundo vídeo, mais do que ser visto (!), deve ser ouvido e rezado: trata-se da canção O, Sanctissima – um louvor, e ao mesmo tempo uma súplica, Àquela que foi concebida sem pecado original!

I

II

O Sanctissima

O sanctissima, O piissima, Dulcis Virgo Maria.
O sanctissima, O piissima, Dulcis Virgo Maria.
Mater amata, intemerata, Ora, ora pro nobis.

Tota pulchra es, O Maria, Et macula non est in te.
Tota pulchra es, O Maria, Et macula non est in te.
Mater amata, intemerata, Ora, ora pro nobis.

Sicut lilium inter spinas, Sic Maria inter filias.
Sicut lilium inter spinas, Sic Maria inter filias.
Mater amata, intemerata, Ora, ora pro nobis.

In miseria, in angustia, Ora, Virgo, pro nobis.
In miseria, in angustia, Ora, Virgo, pro nobis.
Mater amata, intemerata, Ora, ora pro nobis.

 

Anúncios