O vídeo é antigo, mas sempre atual… Recebi-o por e-mail hoje e resolvi assistir novamente. Talvez não devesse ter feito: esse vídeo me deixa indignado! Por diversos motivos:

 

            Indignado por saber que existe tanta gente besta que acredita nas lorotas de sujeitos como Edir Macedo e sua corja;

            Indignado por saber que existem pessoas – com Edir e sua gangue – que não tem respeito nenhum pelas almas. Não se está exigindo deles nem sequer zelo, mas tão-somente, respeito! Agindo de má-fé, esses pilantras pretendem anunciar Jesus e servir a Mamon! Coitados: esqueceram-se de que “é impossível servir a Deus e ao dinheiro” (Lc 16,13). Ludibriam o povo e não percebem que também estão enganando a si mesmos!

            Indignado por saber que alguns padres têm imitado a postura dos pastores protestantes no que diz respeito a fazer espetáculos para impressionar o povo. Parecem ter esquecido das palavras de João Batista: Illum oportet crescere, me autem minui“: “Importa que ele cresça e que eu diminua.” (Jo 3,30).

            Indignado por saber que as “celebrações ecumênicas” multiplicam-se em progressão geométrica, convencendo as pessoas de que “seja um padre ou um pastor, o que importa é que ambos falam de Deus…afinal, o que interessa é o amor… Deus é um só” . Às favas com esses comentários estúpidos! Um pastor não tem, nem de longe, a mesma dignidade de um sacerdote católico. O padre recebeu o Sacramento da Ordem das mãos de um Sucessor dos Apóstolos, enquanto o pastor acordou um dia e disse: “a partir de hoje, eu sou pastor”. Quem dos dois foi escolhido? E quem se escolheu? Quanto ao “amor”, lembremos que um das características da caridade é, justamente, “não buscar seu próprio interesse” (1Cor 13, 5)… E mais: se Deus é um só (o que é verdade) como explicar que milhares de seitas protestantes falem – muitas vezes divergindo umas das outras – em nome d’Ele? Acaso Deus revelou uma verdade a um, e outra – diametralmente oposta – a outro? E Deus erra? Por acaso Ele Se engana? Ou tem duas palavras? Ah, tenha santa paciência! O diabo, sim, é mentiroso e *pai* da mentira; é falso e enganador. Entenderam o que quis dizer, não é?! Ótimo.

            Indignado por saber que existe uma raça perniciosa de católicos que teima em classificar católicos e protestantes como “farinha do mesmo saco”. As trevas não têm comunhão com a luz! (2 Cor 6,14)

            Assistam ao vídeo e peçam a Deus que lhes dê o dom da demência. Só sendo demente para não se irritar com esse vídeo! Eu esqueci de pedir este dom extraordinário do Espírito Santo e acabei deixando-me provocar demais por este maldito vídeo! Argh! Posso ter me excedido, mas pelo menos extravasei a raiva, me preservando, assim, de ter um infarto!

Anúncios